Trattoria Italia

Por: Manuela Rodrigues | outubro 1, 2018

Trattoria Italia resgata a simplicidade das casas italianas e oferece um menu diferente a cada três meses para homenagear suas regiões

Quem me acompanha no Instagram @dicasdediva sabe que adoro o roteito gastronômico de São Paulo e sempre visito os melhores restaurantes para conhecer e compartilhar com vocês.

Recentemente conheci o Trattoria Italia, e me encantei, me senti em uma típica tratoria da Itália em São Paulo, as mesas são um verdadeiro convite aos nossos olhos: toalhas xadrezes, velas nas mesas, garrafas penduradas no teto e fotos das regiões mais belas da Itália nas parede, traduzem a alma italiana.

Uma mas melhores Burratas que degustei na vida!

 O local não poderia ter uma representação melhor da gastronomia do “país da bota”. Localizada no Eataly, a Trattoria Italia chega para focar a regionalidade e exaltar as diversidades da culinária italiana, seja mostrando seus diferentes cortes de massa, os vegetais de cada estação, os queijos e os embutidos de cada região.

E para celebrar a diversidade gastronômica desse país tão fiel à sua culinária, a cada três meses o cardápio da Trattoria Italia homenageará uma região. Os menus são elaborados pelo chef executivo do Eataly, José Barattino e já homenageou regiões como a Campania, Emilia Romagna e Sicília.

O menu tem esqueleto enxuto, porém bem italiano, composto de antepastos, primeiro e segundo prato e sobremesa e explora os principais ingredientes das regiões.

“Queremos representar a identidade italiana de forma democrática e saborosa para o forte número de imigrantes da cidade. A Trattoria Italia será um restaurante com uma cozinha simples e informal de culinária local e preços atraentes, mas sempre mantendo a qualidade dos produtos”, afirma Luigi Testa, gerente geral do Eataly Brasil.

Trattoria Italia

Eataly – Av. Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.489, São Paulo – SP

Horário de funcionamento: de segunda a domingo, das 12h às 15h e das 19h às 23h

www.eataly.com.br

Opções para quem não pode consumir leite animal

Por: Manuela Rodrigues | setembro 24, 2018

Cresce o número de pessoas intolerantes à lactose ou que não querem mais consumir leite de origem vegetal. E mesmo para quem não tem uma restrição, é interessante experimentar os leites vegetais que, além de super saudáveis, podem ser feitos em casa!

Separei abaixo algumas opções super práticas e gostosas de leites vegetais!

Leite de amendoim: Existem diversas formas de obter esse leite, a depender do gosto de quem irá prepará-lo. Ele pode ser apenas deixado de molho, batido e coado, ou como apresentado na receita, o leite pode ser cozido. Outra opção também é torrar o amendoim antes de deixá-lo de molho. O resíduo do leite é ideal para o preparo de quitutes doces como bolos, bolachas e cookies.

Leite de amêndoas:além de ser consumido puro, o leite de amêndoas é ideal para ser utilizado em receitas, já que seu sabor é um dos mais neutros dentre os leites vegetais. Para fazê-lo basta deixar as amêndoas de molho por pelo menos 12 horas, bater no liquidificador utilizando 4 xícaras de água para cada xícara de amêndoas. Se desejar, adicione essência de baunilha.

Leite de linhaça:a linhaça tem a função adstringente, ou seja, é uma ótima aliada na perda de gordura. O uso dessa semente também está associado ao tratamento de problemas na pele como ressecamento, psoríase, acnes e alergias. Para fazer o leite de linhaça deixe as sementes hidratando em água durante 8 horas. Depois, bata bem no liquidificador a linhaça com água, utilizando 1 copo de água para cada 2 colheres de linhaça. Finalize coando. A dica da autora da receita é também substituir a água por água de coco ou ainda por um chá de sua preferência ao fazer o leite de linhaça.

Leite de aveia:a maior vantagem desse leite é o tempo de preparo. Diferente dos demais leites vegetais, a aveia não precisa ser deixada de molho, o leite não é cozido e o preparo é finalizado em poucos minutos. Para cada 2 xícaras de aveia em pó ou em flocos utilize 4 xícaras de água. Bata no liquidificador e coe. O leite dura aproximadamente 3 dias na geladeira.

Espero que tenham gostado!

Beijos

Você conhece o Bucket Hat?

Por: Manuela Rodrigues | setembro 19, 2018

Toda quarta-feira eu trago alguma tendência do momento para vocês e hoje quero falar sobre o Bucket Hat. Você sabe o que é?

Ele está ganhando cada vez mais espaço no street stylee – claro –, assim como (quase) todas as trends, divide opinião tanto de fashionistas quanto das consumidoras. O Bucket Hat é aquele famoso “chapéu de pescador”, isso mesmo, rs! Ele pode ser considerado um acessório mega cool, mas alguns consumidores acham que a utilização dele no dia a dia pode “forçar a barra” do que é ser Fashion.

Assim como muitas trends, o Bucket Hat já foi referência de moda nos anos 90 e 2000 (alguém lembra do Justin Timberlake usando um? Google it!). Algumas marcas como Versace e Fendi, foram responsáveis por trazer o acessório de volta para o outfit e algumas modelos já incorporaram o chapéu no dia a dia!

Se essa moda vai pegar meeesmo não sabemos, mas é sempre bom ficar de olho em todas as novidades do mundo da moda! Será que o Bucket Hat é um “deusmelivrequemmedera?”

Doces que você pode comer sem culpa na TPM!

Por: Manuela Rodrigues | setembro 17, 2018

A TPM chega e com ela vem aquela vontade absurda de comer doce. E não importa se você está na dieta, esse é o momento mais difícil de controlar aquela vontade de comer um docinho. Mas calma, você pode se deliciar com uma bela sobremesa sem “jacar”. Como? Vou te ensinar algumas receitas que são – além de fáceis – gostosas e fits!

Brownie Glúten Free

Ingredientes:

– 2 xícaras de chá de farinha sem glúten.
– 2 xícaras de chá de água.
– 1 xícara de chá de açúcar mascavo.
– 3 ovos.
– 1/2 xícara de chá de caucau em pó 50%.?
– 1 colher de sopa de fermento em pó.

Modo de Preparo:

1.No liquidificador, bata os ovos e o açúcar.
2.Em seguida, acrescente a farinha e a água, intercalando as xícaras.
3.Com a mistura estiver homogênea, acrescente o cacau.
4.Coloque em uma forma untada com azeite e leve ao forno por 20 minutos.

Mousse de chocolate proteico

Ingredientes:

– 150g de leite em pó desnatado.
– 300ml de leite liquido desnatado morno.
– 200g de whey protein sabor Chocolate.
– 2 envelopes de gelatina sem sabor e sem açúcar.
– 200ml de leite de coco com baixo teor de gordura.
– 100g de cacau em pó 100%.
– Coco ralado para polvilhar.

Modo de Preparo:

1.Dissolva a gelatina no leite líquido morno e coloque no liquidificador com o restante dos ingredientes e liquidifique;
2.Despeje em uma forma de pudim e cubra com papel filme.
3.Leve para a geladeira por 3 horas.

Cheesecake Light

Ingredientes:

– 400g de ricota fresca.
– 1 colher de sopa de fécula de batata.
– 200 ml de iogurte desnatado.
– 1 colher de sopa de mel.
– 2 ovos
– Geleia light de morango para a cobertura.

Modo de Preparo:

1.No liquidificador, bata o iogurte, os ovos, o mel e a fécula.
2.Depois de bater, acrescente, aos poucos, a ricota.
3.Coloque a mistura em uma forma untada com azeite e leve para assar por 50 minutos.
4.Leve à geladeira para esfriar e sirva com a geleia de morangos.

Vocês gostam de receitas de doces para comer sem culpa?

Espero que tenham gostado das receitas.

Beijos!

 

 

Como combinar a pizza com a bebida

Por: Manuela Rodrigues | setembro 10, 2018

Que pizza é bom acho que é uma opinião unânime, mas você sabe o que servir para beber junto com ela?

Não pense que essa é uma tarefa simples, não é só escolher um drink, refri ou qualquer vinho, cada pizza combina melhor com um tipo de bebida e eu vou te contar tudo!

A pizza de muçarela, por ter um nível elevado de gordura, combina com uma bebida que possua tons ácidos, para equilibrar o paladar. Aqui, você pode optar por vinhos de uvas Riesling e Chardonnay, e cervejas tipo Larger. Se for escolher um drink, opte pelos que tenham um tom mais cítrico como o Gim Tônica.

pizza marguerita pede um vinho de uva Carménère, que é mais suave e com acidez equilibrada. Se for de cerveja escolha uma Pilsen. Para drinks, escolha o Aperol Spritz que é um drink bem marcante e versátil.

frango com catupiry pede um vinho de corpo leve e boa acidez, para combinar com a gordura e o corpo do queijo; opte por vinhos de uva Sauvignon Blanc. Já a cerveja pode ser uma Weiss, que tem boa carbonização. Se for de drink, escolha um Martini Royale Bianco, já que a acidez do limão vai quebrar a gordura do queijo.

pizza calabresa pede um vinho descontraído, por ser um embutido e, naturalmente, mais salgado e condimentado. Opte por vinhos tintos da região do Douro, em Portugal. Já a cerveja, escolha uma do estilo Rauchbier. Se for de drink opte por um negroni que tem o sabor mais amargo e facilita a limpeza das papilas gustativas.

Hmmm, que vontade de comer uma pizza + vinho! Bora?